Estamos sempre a pensar em sair do país quando ainda não conhecemos tudo o que temos em Portugal e a Ilha das Berlengas é uma boa prova disso.

Saímos de Lisboa bem cedo para apanhar um dos primeiros barcos da manhã, apesar da maioria das pessoas optar pelos habituais ferrys há também barcos, não tão publicitados, que por mais 2€ (22€) fazem a viagem em metade do tempo (25 minutos). Aproveitámos e comprámos também bilhetes para um passeio de barco às grutas, mas já lá vamos…

Tínhamos as expectativas bem lá em cima, mas mesmo assim ficámos surpreendidos com a beleza da ilha. Apesar do céu encoberto característico das manhãs das Berlengas não perdermos tempo em estender a toalha e dar um mergulho, estávamos oficialmente no paraíso!

Para os grandes apreciadores de peixe o restaurante Mar e Sol é o sítio ideal, peixe assado e caldeirada são as especialidades da casa. Já de barriguinha cheia, era hora de irmos dar o nosso passeio de barco pelas grutas e finalmente o sol começava a aparecer, “just in time”. 

O passeio vale imenso a pena e à medida que íamos conhecendo as grutas era-nos contada a história de toda a ilha. Quem por lá quiser pernoitar pode sempre montar a sua tenda no parque de campismo ou então optar por um dois dois hotéis lá existentes. É sem dúvida um sítio a não perder, ficámos fãs!